O Governo do Estado dá mais um passo importante e significativo na busca de se implantar efetivamente a Política de Valorização do Servidor Público, instituída pelo Decreto nº 37.846, de 05 de maio de 2017. Nesta quinta-feira, 10 de agosto, às 17h, todos os gestores da Secretaria de Saúde do Estado do Amazonas (Susam) estarão reunidos na Secretaria de Administração e Gestão (Sead) para conhecerem o Programa “Bem-Estar do Servidor”, que faz parte da Política de Valorização do Servidor Público.

Muito mais do que conhecer o Programa “Bem-Estar do Servidor”, todos os gestores serão convidados a refletirem sobre como podem contribuir com esse Programa, uma vez que o objetivo do mesmo é “oferecer elementos que promovam o bem-estar dos servidores que compõem a Administração Estadual, colocando-os como protagonistas na busca de soluções criativas e inovadoras que otimizem os processos e construam um ambiente de felicidade, gerando, em consequência, um aumento na satisfação e na produtividade”, conforme descreve o parágrafo 1º do art. 4º do Decreto que cria o programa Bem-Estar do Servidor.

Além do Programa em si já trazer uma proposta bastante original e diferenciada, a sua apresentação também busca inovar, pois a mesma é realizada por intermédio da apresentação de uma peça teatral, intitulada “O Maior Servidor”, de autoria de Silvio Romano, que é também o titular da Secretaria de Administração e Gestão, órgão responsável pela implantação da Política de Valorização do Servidor Público. Aliás, a produção da peça também já faz parte do Programa no âmbito da Sead. Todo o elenco e equipe técnica da peça é composta por servidores do próprio órgão, num total de 12 pessoas no palco e mais seis na equipe de técnica e de produção.

Apresentação teatral

A peça teatral “O Maior Servidor” foi apresentada pela primeira vez no teatro Jorge Bonates, em Março deste ano, no lançamento do programa Bem-Estar do Servidor. Cerca de 12 servidores, todos da Sead, encenam a história que descreve o cenário de uma repartição pública com diversos perfis de servidores, em pleno Brasil dos Anos 60.

“Rômulo Joviano” é o protagonista. Funcionário público nos moldes antigos da função, ele leva seu cargo de maneira burocrática e sofrida. Um pai de família que leva seus problemas de casa para o trabalho, e vice-versa. Ele não consegue perceber os valores e a diversidade da equipe, que possui desde a funcionária bajuladora (a gerente) até a faxineira que, por conta da hierarquia, acaba sendo espezinhada por todos. Um ambiente onde somente os defeitos são vistos pelo chefe, causando o marasmo na equipe que mantém funcionários que passam o dia inteiro de trabalho apenas lendo jornal, lizando as unhas, sem nada produzir.

Eis que a mudança começa a partir de um funcionário que, com sua visão apaziguadora e serena, lembra o exemplo daquele que ele mesmo descreve como o “maior dos servidores”, Jesus Cristo. A história dá uma reviravolta depois que a equipe passa a perceber o exemplo de Jesus para os que estão ao seu redor.

O final da peça reserva boas emoções para quem a assiste, inclusive identificando coincidências com o seu próprio ambiente de trabalho. A mudança atinge diretamente o chefe, que passa a perceber sua real missão que, de acordo com a definição do programa Bem-Estar do Servidor, diz que “líderes e gestores, além de suas inúmeras outras responsabilidades, também precisam assumir para si a responsabilidade de conduzir suas equipes ao processo de mudança, de forma a alcançarem o bem-estar e o sucesso almejados”.

FOTOS: Bruno Zanardo

Legenda: Encenação da Peça Teatral “O Maior Servidor”, que faz parte da programação de apresentação do programa Bem-Estar do Servidor”

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá

Leia mais

Brasil conquista pela primeira vez prêmio no Forbes Travel Guide

Belmond Hotel das Cataratas, localizado Parque Nacional do Iguaçu é o primeiro da América …