Jornal de Humaitá

H3N2 pode se tornar tipo mais comum de gripe em 2017

H3N2 pode se tornar tipo mais comum de gripe em 2017
H3N2 pode se tornar tipo mais comum de gripe em 2017
Médico otorrinolaringologista reforça que idosos e crianças estão mais propensos
a sofrer com sintomas da doença
A gripe é, sem dúvidas, um dos maiores males do inverno. De acordo com o Ministério da Saúde, em todo ano de 2016, a doença matou 1.982 pessoas no Brasil. O grande responsável pela gripe é o vírus Influenza, que assume diversas mutações, como, por exemplo, as Influenzas A (H1N1 ou H3N2), B e C. Os dois primeiros tipos originam as epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias. Já o C causa apenas infecções respiratórias brandas. Para este ano, um levantamento do Sistema de Informação da Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEP-Gripe), do Ministério da Saúde, estima um crescimento da incidência do tipo H3N2 –que tem os mesmos sintomas, mas age no organismo de maneira mais intensa.

A forma mais eficaz para a prevenção de todos os tipos da doença – inclusive a gripe H3N2 – é a mesma: a vacina. Mas, além dela, o médico otorrinolaringologista e mestre em Ciências da Saúde, Dr. Levon Mekhitarian Neto, indica o uso de medicamentos homeopáticos, evitar ambientes com aglomeração, alimentação adequada, proteção contra o frio e a ingestão de líquidos, que também são grandes aliados e podem colaborar na prevenção junto com a vacina.

Confira as dicas do Dr. Levon para prevenir e tratar a doença mais chatinha do inverno!

1. Idosos e crianças são mais propensos a sofrer com a gripe.
De acordo com o médico, o sistema imune desses indivíduos não responde com tanta eficácia. No caso das crianças, como ficam mais expostas e em ambientes de muita interação social, elas acabam tendo mais chances de contrair a doença. Já os idosos têm uma defesa menor e, por isso, ficam mais vulneráveis.

2. Resfriado ou gripe?
O Dr. Levon comenta que os resfriados são mais leves e têm como sintomas a coriza, a tosse e, em alguns casos, dor de cabeça e rouquidão. Já a gripe é transmissível e epidêmica. Os sinais da doença são nariz entupido, dores no corpo, febre e náuseas.

3. A vacina é fundamental, mas não é a única opção!
É possível prevenir a doença ao evitar locais fechados, ingerir bastante líquido e não se expor a ambientes gelados. O médico sinaliza que os medicamentos homeopáticos também são uma alternativa terapêutica eficaz, já que não possuem relatos de efeitos adversos e podem ser utilizados simultaneamente a outros remédios, além de ajudarem a melhorar a reação do organismo, estimulando algumas defesas específicas do paciente.

4. Como agem os medicamentos alopáticos para a gripe?
O especialista explica que os remédios contra a gripe são sintomáticos. Por isso, eles não curam a doença, mas aliviam os sintomas. A medicação é apenas uma forma de controlar as manifestações do vírus.

Sobre a Boiron Brasil

Líder mundial na fabricação e venda de medicamentos homeopáticos, a Boiron está presente em mais de 58 países com 19 filiais. A empresa conta com um portfólio de mais de 250 medicamentos e três mil medicamentos unitários registrados, produtos líderes em vendas em vários países, na França, nos Estados Unidos, e alguns dos medicamentos mais procurados no mundo.

No Brasil, a empresa comercializa cinco especialidades e oito unitários que podem ser encontrados em todas as redes de farmácias e drogarias. O Oscillococcinum, indicado para auxiliar a prevenção e o tratamento dos estados gripais cresceu, em 2016, 60% em relação ao ano anterior. Enquanto o Stodal, para o tratamento da tosse, e o Sédatif PC, que auxilia no tratamento da ansiedade e distúrbios do sono, tiveram um crescimento nas vendas de 26% e 6% respectivamente. Outra especialidade do laboratório, o Oscillococcinum ® 30 doses, foi lançado no país em 2013, como uma embalagem mais duradoura, quando comparada à de seis doses lançada em 2009. Esta nova embalagem de 30 doses também revelou um crescimento – apenas em São Paulo foi de 130%. O Coryzalia, para o tratamento de rinite alérgica; o Homéoptic, para irritações oftalmológicas; e outros oito medicamentos unitários, para diversas patologias, de dores e alergias a problemas no sistema digestivo, foram lançados no segundo semestre de 2015 e cresceram 15% em 2016. No total, o laboratório registrou mais de 600 mil unidades vendidas.

www.boiron.com
www.facebook.com/boironbrasil

Rodrigo Bifani
Barcelona Soluções Corporativas
(11) 3019 3094

Comentários

Comentários

Click to add a comment

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Leave a Reply

Jornal de Humaitá

More in Jornal de Humaitá

Alunos estaduais participam de mostra de alimentação saudável

Jornal de Humaitá24 24America/Manaus novembro 24America/Manaus 2017
black fridey botão

Como transformar clientes da Black Friday em defensores de sua marca?

Jornal de Humaitá24 24America/Manaus novembro 24America/Manaus 2017

Indústria automotiva precisa questionar qual será o seu papel no futuro

Jornal de Humaitá23 23America/Manaus novembro 23America/Manaus 2017

Veja: Ainda dá tempo de ter o próprio negócio em 2017

Jornal de Humaitá23 23America/Manaus novembro 23America/Manaus 2017

Urgente! Adolescente é apreendido suspeito de homicídio em Manicoré-AM

Jornal de Humaitá23 23America/Manaus novembro 23America/Manaus 2017

José Ricardo volta a cobrar instalação da CPI da Saúde

Jornal de Humaitá23 23America/Manaus novembro 23America/Manaus 2017

Safra do guaraná em Maués (AM) já rendeu 200 toneladas

Jornal de Humaitá23 23America/Manaus novembro 23America/Manaus 2017

Em Manicoré, menor de 15 anos é apreendido pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e ameaça

Jornal de Humaitá23 23America/Manaus novembro 23America/Manaus 2017

Polícia Militar prende homem suspeito de trocar tiros com facção rival em tapauá

Jornal de Humaitá23 23America/Manaus novembro 23America/Manaus 2017
Seja bem vindo.

Categorias

Arquivos

Copyright © 2017 Jornal de Humaitá