Jornal de Humaitá

Hospital Santa Cruz investe em TI para modernização de sistemas

Hospital Santa Cruz investe em TI para modernização de sistemas
Novo Data Center e renovação do sistema de gestão hospitalar proporcionarão maior qualidade e agilidade aos pacientes e funcionários
O Hospital Santa Cruz (HSC) acaba de investir em uma nova infraestrutura de Tecnologia da Informação (TI) com o objetivo de proporcionar mais qualidade e agilidade no atendimento por meio da modernização do Data Center e do Sistema de Gestão Hospitalar.

A parceria com a Hitachi High-Technologies Corporation acaba de ser concretizada com a adoção do novo Data Center, responsável por concentrar servidores, equipamentos de processamento e armazenamento de dados.Também será feita a renovação do sistema de gestão hospitalar Tasy, da Philips, que ocorrerá no primeiro semestre de 2018.

De acordo com Regina Sanches, gerente de TI do Hospital Santa Cruz, havia a necessidade de obter um sistema mais moderno, a fim de incorporar todo o volume de informações derivado do crescimento e da evolução da Instituição. "Para isso, precisávamos fazer a renovação do Data Center, incluindo um planejamento minucioso de mudança de local, capaz de abrigar todos os hardwares necessários", explica.

Com a ajuda da Hitachi, que possui uma metodologia comprovada de implementação e movimentações de Data Centers, aliada ao conhecimento da equipe interna de TI do HSC, foi escolhido o Data Bunker Tier4 – sistema modular de TI especialmente concebido para ocupar pouco espaço, ideal para aplicações descentralizadas. A partir daí foi realizada toda a implantação da nova infraestrutura em um ambiente adequado, mais seguro, com acesso realizado somente por meio de biometria.

"Optamos por uma solução inteligente, compacta, capaz de prover ao negócio mais liberdade no que diz respeito ao funcionamento e ao armazenamento dos dados, além de um local adequado com extrema segurança e com acesso restrito, porque qualquer falha pode comprometer a disponibilidade dos sistemas e impactar a rotina do Hospital", complementa a gerente de TI do HSC.

A aquisição do Data Bunker da Tier4 proporcionou benefícios importantes à Instituição, tais como: menor utilização de infraestrutura física, aumento da taxa de utilização dos servidores, incremento dos procedimentos de recuperação de desastres, backup de dados, ganhos em segurança física da informação, ampliação da disponibilidade dos serviços entregues aos usuários, além de uma maior capacidade de escalabilidade alinhada às metas estratégicas do HSC. "Além disso, conquistamos um aumento de espaço de armazenamento 11 vezes maior, uma ampliação de 4,5 vezes na memória RAM, e o dobro na capacidade do processamento", complementa a executiva.

Para o início do ano que vem, as novidades e melhorias em TI devem continuar a todo vapor. O atual sistema de gestão em saúde, o Tasy, de tecnologia Philips, deve ser modificado para a versão JAVA. "Esta mudança em relação à versão atual trará maior modernização à plataforma, que já é conhecida e adotada no mundo todo. Estamos muito otimistas com todas as mudanças e acreditamos que esta atualização de sistemas só tem a agregar tanto no atendimento aos pacientes quanto aos processos de trabalho dos colaboradores do HSC", enfatiza Regina Sanches.

Sobre o Hospital Santa Cruz

Fundado para auxiliar os imigrantes japoneses com o compromisso em oferecer um atendimento médico hospitalar de excelência no Brasil, em 2017, completou 78 anos dedicados em proporcionar uma vida melhor e mais saudável à população. Atualmente é referência em Oftalmologia, Ortopedia, Neurologia e Cardiologia, sendo reconhecido também pela tecnologia de ponta em tratamentos, ações de responsabilidade social e sustentabilidade, atividades de ensino e pesquisa, e atendimento humanizado com profissionais bilíngues.

São mais de 1 milhão de atendimentos ao ano, com atuação integrada e multidisciplinar, tendo 36 especialidades no Ambulatório, além do Pronto Atendimento e dois Centros Cirúrgicos – Geral e o Oftalmológico – capacitados para executar operações de alta complexidade. Dispõe de 141 leitos distribuídos em apartamentos, enfermarias e conta ainda com 10 leitos de UTI Geral, 10 de UTI Neurológica e 10 na Unidade Coronariana, mais uma unidade específica para o transplante de medula óssea, modernas instalações na área de hemodinâmica e serviços diagnósticos de análises clínicas e de imagem para realizar exames com precisão, segurança e agilidade.

Priscilla Tavollassi

Comentários

Comentários

Click to add a comment

Você precisa estar logado para postar um comentário Login

Leave a Reply

Jornal de Humaitá

More in Jornal de Humaitá

PM prende homem acusado de Latrocínio em Manicoré

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

Polícia Militar apreende contrabando de cigarros, Quelônios e cocaina em Manicoré- AM

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

PM PRENDE HOMEM ACUSADO DE ENTRAR EM SALÃO DE BELEZA E AMEAÇAR FUNCIONÁRIOS COM ARMA DE FOGO

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

Mais de 28 mil candidatos vão fazer o Encceja neste domingo (19) no Amazonas

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

Vírus HPV

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

Conheça a doença mais comum da próstata

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

Comissão de Finanças aprova Projeto de Lei que altera PL de ingresso da PM e Bombeiros

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

Maués: Nova UBS tem capacidade para 300 atendimentos diários

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

EUA poderiam usar armas cibernéticas para prevenir um ataque de mísseis da Coréia do Norte

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017
Seja bem vindo.

Categorias

Arquivos

Copyright © 2017 Jornal de Humaitá