O Governo no Estado do Amazonas, através da Secretária de Estado de Educação e Qualidade do Ensino SEDUC, divulga a programação das atividades da Semana da Pátria e do Amazonas 2017. Na edição deste ano, a temática “Amazonas de Bravos”, vem trazendo um trecho do Hino do Amazonas. As apresentações cívicas contarão com a presença de 10 mil alunos e a tropa militar nos dias 1º, 5 e 7 de setembro.

1º de setembro

A abertura oficial será nesta sexta-feira, 1º, com a solenidade da “Benção do Fogo Simbólico”. A celebração inicia as 7h30 com a missa na Paróquia Militar Nossa Senhora do Sameiro, e contará com a presença de 120 alunos das escolas estaduais Agnello Bittencourt e Benjamim Magalhães, bem como dos militares. Dando continuidade à programação, às 8h15, ao término da missa e a bênção do Fogo Simbólico, inicia-se a Corrida do Fogo, com aproximadamente 50 alunos, que saem em direção ao Complexo Turístico da Ponta Negra (próximo ao posto da Guarda Municipal).

Após 5 km, acontece o “Acendimento da Pira”. O coordenador da organização Semana da Pátria, Tiago Lima e Silva fala da importância da semana pátria para sociedade. “Essa também é uma oportunidade para os pais, e a sociedade como um todo, vejam o trabalho feito nas escolas. Vejam seus filhos em um local que além de civis, também terá militares. É uma grande festa patriótica, onde toda sociedade comparece para manter viva, acessa e pulsante essa chama da pátria, para nos mostrar e nos lembrar enquanto País e Nação”.

5 de setembro

Na terça-feira, 5, o dia começa com homenagem a um dos homens que lutou para que o Amazonas tornasse província e Manaus a capital. Com isso, a Solenidade Póstuma a João Batista de Figueiredo Tenreiro Aranha, será na Praça 5 de Setembro (Praça da Saudade), às 7h, e faz alusão à Elevação do Amazonas à categoria de Província. Para a saudação da data aproximadamente 50 alunos da Escola Estadual Eunice Serrano participam do evento.

No final da tarde, às 17h, ocorre o tradicional “Desfile Escolar”, no Centro de Convenções (Sambódromo). A Orquestra Sinfônica Claudio Santoro abre os desfiles, seguida das escolas estaduais Manoel Marçal de Araújo, Joana Rodrigues Vieira, Diofanto Vieira Monteiro, a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Abrigo Moacyr Alves, entre outras instituições de ensino das sete coordenadorias distritais de educação.

Para o encerramento dos 10 pelotões, a Coordenadoria Distrital de Educação 7 vai desfilar com banda e fanfarra das escolas estaduais Ernesto Pinho Filho e Insp.ª Dulcinéia Varela Moura. Alunos e gestores da Escola Estadual Evandro das Neves Carrera e também da Escola Estadual Eliana de Freitas Moraes fazem o fechamento da noite.

6 e 7 de setembro

Os desfiles dos dias 06 e 07 são coordenadas pelo Comando Militar da Amazônia (CMA), por meio do Cerimonial do Governo do Estado e em parceria com a SEDUC. No dia 6 acontece o Desfile Naval, na Praia da Ponta Negra, às 9h. O Desfile Militar será no feriado da Independência, 7, às 8h15, no Centro de Convenções (Sambódromo).

A cerimônia de encerramento da Semana da Pátria 2017, com a solenidade do “Abafamento do Fogo Simbólico” será no Sambódromo, às 17h, e será realizada pela SEDUC e Maçonaria.

Os homenageados

Vulto Nacional – Milton Assi Hatoum

Nasceu em 1952, na capital Amazonense, onde passou a infância e uma parte da juventude. Em 1967 mudou-se para Brasília, onde estudou no Colégio de Aplicação da UnB. Morou em vários estados como São Paulo, Espanha, (Madri e Barcelona). Depois passou três anos em Paris. Autor de quatro romances premiados, sua obra foi traduzida em doze línguas e publicada em catorze países. Foi professor de literatura francesa da Universidade Federal do Amazonas (1984-1999) e professor visitante da Universidade da California (Berkeley/1996). Foi também escritor residente na Yale University (New Haven/EUA), Stanford University e na Universidade da California. Recebeu do Ministério da Cultura a Ordem do mérito cultural. Desde 1998, mora em São Paulo, onde é colunista do Caderno 2 (O Estado de S. Paulo).

Vulto Estadual – Astrid Cabral

Nasceu em 1936 em Manaus, Amazonas onde fez os primeiros estudos e integrou o movimento renovador Clube da Madrugada. Chegou a lecionar língua e literatura no ensino médio e na Universidade de Brasília. Ao longo de sua vida profissional desempenhou os mais variados trabalhos, fora e dentro da área cultural. Chegou a publicar vários livros, e hoje com a aposentadoria desde 1996 passou a dedicar-se exclusivamente à literatura e à família. Membro do PEN Clube Brasil.

Mulher Amazonense – Raimunda Rosa Pereira de Almeida

Nasceu no dia 31 de julho de 1936, em Santarém, (PA) e aos 14 anos se mudou para o Amazonas. Em 1951, chegou a Manaus, por conta do emprego do seu pai. Casou no dia 06 de abril de 1957, dona Raimunda teve 13 filhos, os irmãos vivos são Delano Tadeu, Dilena Rosa, Dulcinéia Ester, Donilde Séfora, David Antônio Abisai, Daniel de Judá e Disraeli José. Possui 11 netos e um bisneto. Após o casamento, Dona Raimunda se ocupou nos afazeres do lar e trabalhos comunitários com jovens. É adventista há 46 anos, por 4 anos consecutivos ganhou a corrida do ACAMPIDOSO.

Programação

DIAEVENTOLOCALHORARIO
1º/09Benção do FogoParóquia Militar Nossa Senhora do Sameiro7h30
1º/09Corrida do FogoPonta Negra (Av. Coronel Teixeira)8h15
1º/09Acendimento da Pira e homenagem aos vultos Nacional, Estadual e Mulher AmazonenseFinal do Calçadão da Ponta Negra9h
05/09Homenagem Póstuma a João Batista de Figueiredo Tenreiro AranhaPraça 5 de Setembro (Praça da Saudade)7h
05/09Desfile EscolarCentro de Convenções – Sambódromo17h
06/09Desfile NavalPraia da Ponte Negra9h
07/09Desfile MilitarCentro de Convenções – Sambódromo8h15
07/09“Abafamento do Fogo Simbólico”Centro de Convenções – Sambódromo17h
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá

Leia mais

Saiba o que muda com o desligamento do sinal analógico de TV

Sinal será desligado na região de Manaus em 30/5, mas o sinal digital já está disponível e…