Cinquenta e oito alunos da capital, classificados na terceira fase da II Olimpíada Amazonense de Matemática (OAM/2017) estiveram presentes no Instituto de Educação do Amazonas (IEA), na tarde desta terça-feira, 19, para a realização da prova da última fase da edição. No interior, as provas foram realizadas nas coordenadorias regionais e secretarias municipais de educação.
A prova tem objetivo de estimular e promover o estudo da matemática entre os estudantes do Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Projeto Avançar das escolas estaduais e municipais do Estado. E também encontrar novos talentos na disciplina e prepara-los para as competições nacionais.

A assessora pedagógica de matemática da Gerência do Ensino Fundamental II (Genf II), professora e especialista Tarcinara Tavares, acredita na capacidade intelectual do alunos do Amazonas e acredita que os alunos são destaques nas classificações das olimpíadas brasileira de matemática das escolas publicas. “O Estado vem mostrando seu potencial com o crescimento significativo no Ideb (Índice do Desenvolvimento da Educação Básica), e a OAM só vem agregar, estimular e preparar os nossos alunos para o avanço na educação”.
As escolas classificadas incentivam os alunos em diversas formas, como por exemplo, projetos institucionais, o clube da matemática do Colégio Militar da Policia Militar, (CMPM I), que estimula os jovens com nos estudos dos seus campos, onde o professor e coordenador de exatas, Paulo Colares, explica: “Eu trabalho tanto a parte física, como a emocional e dentro da escola temos projetos de iniciação científica, onde os alunos buscam o interesse no estudo da matemática.”.
O CMPM I trouxe como representante o estudante Asaph Seixas, 16, que cursa a 2ª série do Ensino Médio e já fez a prova da OBMEP. Ele já ganhou medalhas e agora, pela primeira vez, fez a OAM, no Nível 4. “Eu já fiz varias olimpíadas de matemática ao longo dos anos, meu colégio está sempre interados nessas provas. A OBMEP eu faço desde 6°ano e quando veio a Olimpíada Amazonense de Matemática, nos já sabíamos como funcionava essas provas”.

Os alunos que fizeram a prova no IEA foram divididos em quatro salas, respectivamente pelo níveis da avaliação. Nível 1: os alunos matriculados no 4º e 5º anos do Ensino Fundamental, avançar fase 2 (ano de origem 4º ano), e EJA Ensino Fundamental anos iniciais. O Nível 2 participam os alunos matriculados no 6º e 7º anos do Ensino Fundamental, avançar fase 3 e EJA Ensino Fundamental anos finais. Na modalidade do Nível 3, os estudantes matriculados no 8º e 9º anos do Ensino Fundamental, avançar fase 4 e EJA Ensino Fundamental anos finais. E alunos matriculados na 1ª, 2ª e 3ª séries do Ensino Médio e EJA Ensino Médio participam do Nível 4.

A SEDUC divulgará os resultados na primeira semana de novembro por meio do site: http://www.educacao.am.gov.br/

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá
Comments are closed.

Leia mais

Interdição federal e Segurança Pública do Amazonas na mira da ALEAM

Crítica à intervenção federal no Rio de Janeiro, assim como a falta de segurança pública e…