Dermeval Saviani (UNICAMP), José Luís Sanfelice (UNICAMP) e Newton Duarte (UNESP) realizarão Conferências na I JORNADA DO HISTEDBR-RO

Na próxima semana, mais precisamente no período de 11 a 13 de outubro, em Porto Velho, ocorrerá a I JORNADA DO HISTEDBR-RO. A temática central do evento é Educação e Marxismo – 100 anos da Revolução Russa. A Revolução de 1917 inspirou inúmeros outros processos revolucionários e a Educação Socialista fundamentada no marxismo inspirou a principal teoria pedagógica do Brasil: a Pedagogia Histórico-Crítica, formulada por Dermeval Saviani. Além de Saviani, a Jornada também tem presença confirmada do Prof. José Luís Sanfelice e o Prof. Newton Duarte.

O professor Sanfelice tem um vasto currículo: Bacharel e Licenciado em Filosofia (1971), Mestre em Filosofia da Educação (1978) e Doutor em Educação (1985) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Livre Docência em História da Educação (2001) e Professor Titular (2006) na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde atuou como docente de 1981 a 2012. Aposentado e Professor Colaborador da UNICAMP 2013-2016. Pesquisador do Grupo de Estudos e Pesquisa História, Sociedade e Educação no Brasil – HISTEDBR e membro do Conselho Editorial da Revista HISTEDBR on-line. Foi Diretor Associado e Diretor da Faculdade de Educação da UNICAMP no período de 1988 a 1996. Atua em História da Educação, História das Instituições Escolares e Política Educacional.

O professor Newton Duarte graduou-se em Pedagogia pela Universidade Federal de São Carlos em 1985 e obteve o título de Mestre em Educação pela mesma universidade em 1987. Defendeu sua tese de doutorado na Faculdade de Educação da UNICAMP, em 1992. Desde 1988 é docente da UNESP e leciona no campus de Araraquara. Nessa universidade obteve, em 1999 o título de Livre-Docente e em 2009 foi nomeado para o cargo de Professor Titular. De agosto de 2003 a junho de 2004 realizou pós-doutorado na Universidade de Toronto, Canadá e de agosto de 2011 a julho de 2012 foi pesquisador visitante na Universidade de Sussex, Inglaterra. Coordena o grupo de pesquisa Estudos Marxistas em Educação que conta com pesquisadores de várias universidades brasileiras. É autor de livros, capítulos de livros e artigos, publicados no Brasil e no exterior. Entre seus trabalhos destacam-se os livros: Os conteúdos escolares e a ressurreição dos mortos (2016); A Individualidade Para Si (2013), Vigotski e o Aprender a Aprender: crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria vigotskiana (2000); Sociedade do Conhecimento ou Sociedade das Ilusões? (2003); Crítica ao Fetichismo da Individualidade (2004); Critical Perspectives on Activity: Explorations across Education, Work and Everyday Life (2006) co-editada com Peter Sawchuk e Mohamed Elhammoumi; Arte, Conhecimento e Paixão na Formação Humana: Sete Ensaios de Pedagogia Histórico-Crítica (2010) em coautoria com Sandra Della Fonte; A Pedagogia Histórico-Crítica e a Luta de Classes na Educação Escolar(2012) em coautoria com Dermeval Saviani. Seus atuais projetos de pesquisa são: 1) A liberdade como uma das categorias nucleares da pedagogia histórico-crítica; 2) Arte e formação humana em Lukács e Vigotski; 3) A perspectiva marxista em educação e as pedagogias contemporâneas.

Na Programação da Jornada, também está prevista para a noite do dia 11, uma Mesa de Debate sobre os 100 anos da Revolução Russa, com os professores Marco Antônio de Oliveira Gomes (Universidade Estadual de Maringá – UEM), Márcio Marinho Martins (IFRO) e Flávio Leite Costa (IFRO). Na tarde do dia 12, também é esperada a participação de Movimentos Sociais do Campo, Movimento Estudantil, Movimento Indígena e Movimento Operário.

Para os organizadores, “com quase 800 inscritos, sendo que destes mais de 120 apresentações de trabalhos, a I JORNADA DO HISTEDBR-RO já cumpriu o seu papel de debater e difundir as contribuições do pensamento marxista no Brasil atual” destaca o Prof. Márcio Martins, do IFRO. A Coordenadora Geral do evento, Prof.ª Dr.ª Marilsa Miranda de Souza (UNIR) considera exitoso o “fato de reunir em único evento, três grandes intelectuais do pensamento pedagógico brasileiro”. “É uma oportunidade única e que atraiu pesquisadores, docentes e estudantes de todo o Estado de Rondônia, do Acre e do Amazonas”, conclui.

programação completa da I JORNADA DO HISTEDBR-RO encontra-se disponível na página: http://www.jornadahistedbr.unir.br/. A Comissão organizadora também já definiu a temática da II Jornada do HISTEDBR-RO para 2018: Os cem anos de Córdoba – atualidade das lutas de resistência em defesa do ensino público e científico. As mobilizações em Córdoba, em 1918, na Argentina se espalharam rapidamente por toda a América Latina e contribuíram para edificar a concepção de Universidades que conhecemos nos dias de hoje: coparticipação dos estudantes na estrutura administrativa; ensino laico, participação livre nas aulas; periodicidade definida e professorado livre das cátedras; caráter público das sessões e instâncias administrativas; extensão da Universidade para além dos seus limites e difusão da cultura universitária; assistência social aos estudantes; autonomia universitária; universidade aberta ao povo. “Consideramos pertinente esta temática, uma vez que a Universidade Pública na América Latina está sob ataque de setores anticientíficos e privatistas”, conclui Marilsa Miranda.

Profª Drª. Marilsa Miranda de Souza

Coordenadora do Grupo De Estudos e Pesquisa – Histedbr/UNIR.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá
Comentários estão fechados.

Verifique também

Yared defende livre circulação no trânsito para polícia municipal

O texto também prevê como infração grave estacionar o veículo onde houver acesso a ciclovi…