Jornal de Humaitá

Mais de 90% das operadoras do Sistema Unimed receberam as melhores notas do Índice de Desempenho da Saúde Supl ementar 2017, da Agência Nacional de Saúde Suplementar

Mais de 90% das operadoras do Sistema Unimed receberam as melhores notas do Índice de Desempenho da Saúde Supl ementar 2017, da Agência Nacional de Saúde Suplementar

Mais de 90% das operadoras do Sistema Unimed receberam as melhores notas do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar 2017, da Agência Nacional de Saúde Suplementar

Número de Unimeds avaliadas na melhor faixa de desempenho cresceu 193%, em comparação ao Índice publicado em 2016

São Paulo, 26 de outubro de 2017 – O Sistema Unimed possui 98% das suas operadoras classificadas entre as duas melhores faixas de avaliação do Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) 2017, da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A iniciativa da ANS, de periodicidade anual, avalia os planos de saúde e atribui notas de 0 a 1, considerando a performance em quatro dimensões: qualidade em atenção à saúde; garantia de acesso; sustentabilidade no mercado e gestão de processos e regulação. Entre as 274 cooperativas da marca Unimed que foram avaliadas, 270 conquistaram as duas melhores faixas de classificação – com notas de 0,60 a 1,00 – sendo que juntas essas operadoras são responsáveis pelo atendimento de 16,4 milhões de clientes. As outras quatro Unimeds ficaram na terceira melhor faixa – com notas de 0,40 a 0,59 – e nenhuma operadora Unimed foi avaliada com notas abaixo de 0,40.

Neste ano, a Unimed apresentou uma evolução histórica, com aumento de 193% em relação ao ano passado, quando se trata do número de operadoras classificadas na melhor faixa de desempenho, que inclui avaliações de 0,80 a 1,00. Em 2017, tivemos 138 cooperativas Unimed contempladas com as melhores notas do IDSS.

“A avaliação positiva da ANS reforça o comprometimento do Sistema Unimed com a Atenção Integral à Saúde. Trata-se de um modelo assistencial, amplamente defendido pela Unimed do Brasil e já aplicado em diversas operadoras do Sistema, que garante mais assertividade no atendimento ao paciente, além de contribuir para a sustentabilidade do setor de saúde”, afirma Orestes Pullin, presidente da Unimed do Brasil, que representa institucionalmente as 347 cooperativas médicas autônomas que atuam sob a marca Unimed.

Na lista de Unimeds de grande porte, que possuem mais de 100 mil beneficiários, a Unimed Belo Horizonte (MG) lidera o ranking, seguida da Unimed do Estado do Paraná (PR) e Unimed Porto Alegre (RS). As três melhores classificadas na categoria médio porte, com 20 mil a 100 mil vidas, são Unimed Vale dos Sinos (RS), Unimed Sul Capixaba (ES) e Unimed Santa Barbara D’Oeste e Americana (SP). A Unimed Patos (PB) se destaca na lista de Unimeds de pequeno porte, que considera operadoras com menos de 20 mil vidas, a Unimed Caldas Novas (GO) e Unimed Santa Rita (SP) seguem na sequência.

INFOGRAFICO-IDSS171025_160147.JPG

Sobre a Unimed – A Unimed completa 50 anos de atuação no mercado de saúde suplementar. A marca nasceu com a fundação da Unimed Santos (SP), em 1967, e hoje é composta por 347 cooperativas de saúde, que prestam assistência para cerca de 18 milhões de beneficiários em todo País. Atuando sob o modelo cooperativista, a Unimed conta com 113 mil médicos, 114 hospitais próprios e 2.611 hospitais credenciados, além de hospitais-dia, pronto-atendimentos, laboratórios e ambulâncias que garantem a qualidade da assistência médica, hospitalar e de diagnóstico complementar prestada aos beneficiários das cooperativas.Sobre o IDSS – Desenvolvido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) é conhecido como a “nota” das operadoras e demonstra como o mercado está se comportando nos itens avaliados anualmente. A avaliação contempla quatro indicadores: Qualidade em atenção à saúde (IDQS) – que avalia o conjunto de ações em saúde que contribuem para o atendimento das necessidades de saúde aos beneficiários; Garantia de acesso (IDGA) – que identifica condições relacionadas à rede assistencial que possibilitam a garantia de acesso oportuno, em termos de espaço e tempo, e a oferta de redes própria e credenciada; Sustentabilidade no mercado (IDSM) – que monitora a sustentabilidade da operadora, considerando seu equilíbrio econômico-financeiro; e Gestão de processos e regulação (IDGR) – que avalia o grau de consolidação de processos de gestão que possibilitam o atendimento das exigências regulatórias e o cumprimento da legislação e das obrigações técnicas e cadastrais das operadoras de planos de saúde junto à ANS.

Unimed do Brasil – Weber Shandwick

Patricia Boroski – pboroski– (11) 3531-0955 ou (11) 3265-4156

Comentários

Comentários

Jornal de Humaitá

More in Jornal de Humaitá

PM prende homem acusado de Latrocínio em Manicoré

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

Polícia Militar apreende contrabando de cigarros, Quelônios e cocaina em Manicoré- AM

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

PM PRENDE HOMEM ACUSADO DE ENTRAR EM SALÃO DE BELEZA E AMEAÇAR FUNCIONÁRIOS COM ARMA DE FOGO

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

Mais de 28 mil candidatos vão fazer o Encceja neste domingo (19) no Amazonas

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

Vírus HPV

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

Conheça a doença mais comum da próstata

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

Comissão de Finanças aprova Projeto de Lei que altera PL de ingresso da PM e Bombeiros

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

Maués: Nova UBS tem capacidade para 300 atendimentos diários

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

EUA poderiam usar armas cibernéticas para prevenir um ataque de mísseis da Coréia do Norte

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017
Seja bem vindo.

Categorias

Arquivos

Copyright © 2017 Jornal de Humaitá