O deputado Platiny Soares (DEM) defendeu nesta quarta-feira (25) a manutenção da escala atual de folgas dos policiais militares do Amazonas e a reposição de efetivos que deixam a Polícia Militar (PM) a cada ano – em torno de 500 policiais. Platiny Soares comentou as informações que circulam pela cidade de que haveria redução das folgas dos policiais militares para compensar a falta de efetivo.

O deputado Platiny disse que as notícias de modificação de escala “são um balão de ensaio, para testar e ver o quanto a tropa da PM vai se movimentar; para ver se podem implantar ou não a retirada do direito do policial ao seu dia de folga”. Segundo ele, a escala de folga foi uma conquista em 2014, que por determinação do comandante geral da época, virou norma pelo Boletim Geral nº131, dentro da PM e deve ser respeitada. “Nós já estamos preparados para isso aqui e ficaremos vigilantes”, disse.

“Nestes seis anos, nossa corporação já perdeu três mil policiais do seu efetivo e isso precisa ser reposto, mas não é diminuindo escala que se faz plano de governo. A manutenção da atual escala, que é razoável e moderna, é uma necessidade para dar tranquilidade e qualidade de vida para o policial militar”, argumentou.

Ainda de acordo com Platiny, é preciso haver um planejamento do efetivo da PM, que é prejudicado anualmente por pelo menos 500 baixas, entre aposentadorias, exonerações e saídas espontâneas, somando nos últimos seis anos três mil policiais fora da corporação. “Em 2011, quando entrei na PM, houve um concurso para dois mil policiais, mas de lá para cá já saíram três mil efetivos”, disse.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Notícia
Comments are closed.

Leia mais

Interdição federal e Segurança Pública do Amazonas na mira da ALEAM

Crítica à intervenção federal no Rio de Janeiro, assim como a falta de segurança pública e…