Humaitá-AM. Nesta sexta-feira (27) após uma ação conjunta do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) Força Nacional, Marinha e ICMBio ( Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade), contra a exploração ilegal de Garimpo na região do Rio Madeira próximo a cidade de Humaitá, no sul do Amazonas, garimpeiros deslocaram-se em fúria para atear fogo nos prédios públicos federais, após terem suas balsas de garimpos queimadas.

A cidade tem mais de 52 mil habitantes de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 10 mil pessoas entre manifestante e curiosos acompanharam o quebra-quebra,

De acordo com a associação dos garimpeiros exitem mais de 2 mil associados na cidade.

Mais noticiais em breve.

Foto: Jean

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Cidades
Comments are closed.

Leia mais

Interdição federal e Segurança Pública do Amazonas na mira da ALEAM

Crítica à intervenção federal no Rio de Janeiro, assim como a falta de segurança pública e…