A professora Keilyanne Silva Ribeiro, de 28 anos, foi morta a facadas nesta madrugada, em sua residência, em Humaitá, no sul do Amazonas.

Segundo informações da Polícia Civil, o principal suspeito do crime é o próprio marido da vítima, identificado como Plínio Gomes Fernandes, de idade ainda não revelada. Ele está foragido.

Conforme a PC, a vítima foi atingida com várias facadas, inclusive a fatal, que foi no pescoço. O pai da professora disse em depoimento que o casal tinha um relacionamento estável, e desconhece o motivo, já que ela nunca reclamou de nada.

Já os amigos, informaram que Keilyanne havia dito que o marido estava muito violento nos últimos tempos. A polícia já está em diligências para localizar e prender o suspeito.

 

NOTA DE PESAR

A Prefeitura de Humaitá, através do prefeito Herivaneo Seixas, torna público seu profundo sentimento de pesar, pelo trágico falecimento da professora Kelyane Ribeiro. Que Deus em sua infinita misericórdia conforte a todos os corações enlutados.

Herivaneo Vieira de Oliveira
Prefeito de Humaitá


Fonte : Manaus Alerta

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Destaque
Comments are closed.

Leia mais

Interdição federal e Segurança Pública do Amazonas na mira da ALEAM

Crítica à intervenção federal no Rio de Janeiro, assim como a falta de segurança pública e…