economia

Comércio eletrônico espera faturar R$ 2,5 bilhões na Black Friday

Comércio eletrônico espera faturar R$ 2,5 bilhões na Black Friday

Segundo ABComm, expectativa é que o lucro das lojas virtuais cresça 18% em relação ao ano anterior

Black Friday é considerada, atualmente, a principal data para o varejo eletrônico, à frente até do Natal. De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), a estimativa de faturamento neste ano é de R$ 2,506 bilhões – um crescimento de 18% em relação ao mesmo período de 2016.

No total, a expectativa é que as lojas virtuais brasileiras recebam mais de 10 milhões de pedidos, com tíquete médio de R$ 246. As categorias mais buscadas devem ser “Informática”, “Celulares”, “Eletrônicos”, “Moda e Acessórios” e “Casa e Decoração”. A previsão leva em conta as compras realizadas entre os dias 20 e 24 de novembro.

“O e-commerce brasileiro registra um ritmo muito bom de crescimento, o que deve se refletir nesta data. O período demanda promoções e condições especiais, tornando-se muito atrativo para os consumidores, principalmente nesse momento de retomada da economia nacional”, comenta Mauricio Salvador, presidente da ABComm.

O aumento de 18% nas vendas nesse período é maior do que a média do ano, de 12%. Segundo Salvador, o motivo é o número de promoções oferecidas ao consumidor, em conjunto com o recebimento da primeira parcela do 13º salário, o que injeta uma boa quantia no cenário econômico.

“O e-commerce tem muito o que comemorar, as pessoas estão comprando cada vez mais pela internet. A segurança do usuário tende a aumentar conforme datas representativas são bem-sucedidas e oferecem boas condições”, finaliza ele.

Sobre a ABComm:

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) surgiu para fomentar o setor de e-commerce com informações relevantes, além de contribuir com seu crescimento no país. A Associação reúne representantes de lojas virtuais e prestadores de serviços nas áreas de tecnologia da informação, mídia e meios de pagamento, atuando frente às instituições governamentais, em prol da evolução do setor. A entidade sem fins lucrativos é presidida por Mauricio Salvador e conta com diretorias específicas criadas para fomentar todo o setor, entre elas: Novos Negócios; Relações Governamentais; Mídias Digitais; Relações Internacionais; Meios de Pagamento; Capacitação; Desenvolvimento Tecnológico; Empreendedorismo e Startups; Jurídica; Métricas e Inteligência de Mercado; Crimes Eletrônicos; e Marketing. Para mais informações, acesse: www.abcomm.org

Comentários

Comentários

economia

More in economia

black fridey botão

Como transformar clientes da Black Friday em defensores de sua marca?

Jornal de Humaitá24 24America/Manaus novembro 24America/Manaus 2017

Coeficiente de exportação da indústria avança para 20,5% no 3º tri

Jornal de Humaitá18 18America/Manaus novembro 18America/Manaus 2017

3 Dicas Simples para Encontrar o Emprego de Fim de Ano (Mais Rápido)

Jornal de Humaitá14 14America/Manaus novembro 14America/Manaus 2017

MPT participa amanhã (11) da Festa Literária das Periferias

Jornal de Humaitá11 11America/Manaus novembro 11America/Manaus 2017

Como é trabalhar em uma startup

Jornal de Humaitá9 09America/Manaus novembro 09America/Manaus 2017

EXPORTAÇÕES: Mercados árabes se recuperam e puxam exportações

Jornal de Humaitá27 27America/Manaus outubro 27America/Manaus 2017

Os 10 principais perigos da Internet que você não conhecia e dicas de como se proteger

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus setembro 19America/Manaus 2017

Governo do Amazonas injeta R$ 213 milhões na economia com pagamento do 13º dos servidores e abono do Fundeb aos professores

Jornal de Humaitá15 15America/Manaus setembro 15America/Manaus 2017

Financiamento do Banco do Brasil para infraestrutura no interior deve sair em 20 dias, diz David Almeida

jornal de Humaitá14 14America/Manaus julho 14America/Manaus 2017
Seja bem vindo.

Categorias

Arquivos

Copyright © 2017 Jornal de Humaitá