Desde o ano de 2013, o Sindicato dos Soldados da Borracha e Seringueiros de Rondônia, vem buscando por meio da PEC-320/2008 um caminho via Congresso Nacional para a tão sonhada regulamentação da aposentadoria de extrativista vegetal.
A PEC apresentada no ano de 2008 de autoria da então ex-senadora Marina Silva/PT, hoje candidata a Presidenta da República pelo PSB, propõe a alteração do II, § 7º da CF e a regulamentação da aposentadoria, pois os trabalhadores que exercem o regime de economia familiar em atividades extrativistas como: castanheiros, seringueiros, catadores de fibras, quebradores de babaçu, carnaúbeiros e outros, ainda se aposentam como se fossem trabalhadores rurais.

 

Os trabalhadores extrativistas desde o surgimento da Constituição Federal nunca tiveram suas profissões regulamentadas. De acordo com as reivindicações de seringueiros da região de Machadinho do Oeste município de Rondônia e das áreas ribeirinhas do rio madeira, a PEC/320 não trará uma mudança significativa se o governo não elaborar uma proposta diferenciada para o seguimento. Os extrativistas vêm defendendo uma proposta salarial de 02 salários para a aposentadoria, eles afirmam que sem isso suas próprias realidades de vida serão as mesmas, já que não possuem rendas fixas, pelo trabalho que exercem de vigiar a floresta e exercer o extrativismo em condições sacrifíciosas.

faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Rondônia

Leia mais

Aumenta pressão contra IPHAN para preservação do patrimônio ferroviário da Madeira Mamoré

Porto Velho, Rondônia – Nem mesmo ações ajuizadas no âmbito do Judiciário Federal tem podi…