Incêndio no parlamento sul-africano: suspeito preso e acusado de reacender o parlamento sul-africano

O telhado de um prédio desabou e uma sala da Câmara da Assembleia Nacional pegou fogo no domingo. Na segunda-feira, o incêndio foi reacendido, com dezenas de bombeiros sendo enviados de volta para apagar o incêndio, de acordo com um comunicado de altos funcionários do Parlamento.

O suspeito, que deve comparecer ao Tribunal de Magistrados da Cidade do Cabo na terça-feira, foi acusado de invasão de domicílio, roubo e incêndio criminoso, informou a polícia em um comunicado. O suspeito também será acusado de acordo com a National Key Points Act, que auxilia na declaração e proteção de locais de importância estratégica nacional.

O suspeito foi pego com propriedade suspeita roubada depois de entrar no complexo do Parlamento na Cidade do Cabo e foi localizado por membros dos Serviços de Segurança e Segurança (PSS) que observaram o prédio em chamas, disse a polícia.

O incidente e o motivo do suspeito estão sob investigação da Comissão de Crimes Contra o Governo (CATS).

O Complexo do Parlamento, alguns dos quais datam de 1884, contém uma coleção de edifícios. A Assembleia Nacional, ou Parlamento da Câmara Baixa, é chamada de Nova Ala. A Câmara Alta, ou Conselho Nacional das Províncias, está localizada no que hoje é conhecido como Antiga Legislatura.

Prefeito da Cidade do Cabo responsável pela proteção e proteção J.P. De acordo com Smith, o incêndio começou na área de escritórios do campus antes de se espalhar para as salas da Assembleia Nacional.

Smith disse a repórteres no domingo que “todo o complexo do parlamento foi severamente danificado, submerso e danificado pela fumaça”.

“O telhado do antigo salão de assembleias desapareceu completamente e os escritórios adjacentes e o ginásio foram demolidos”, acrescentou Smith. “A sala da Assembleia Nacional atrás de mim foi incendiada, o teto estrutural desabou e os bombeiros foram chamados de volta pouco depois.”

READ  Jeff Bezos passou as férias da Páscoa em Portugal

Fotos da cena de domingo mostraram chamas saindo do topo de um prédio, enviando uma densa fumaça negra para o céu acima do parlamento e para as ruas vizinhas.

Nenhum ferimento ou dano foi relatado.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Jornal de Humaitá