Ondas monstruosas atingem a costa portuguesa

Priya do Norde há muito atrai surfistas de ondas, atraídos pela promessa de pegar um monstro, mas além das piores expectativas de qualquer um pelo furacão Epsilon no final de outubro de 2020. No inverno, a região tem ondas de até 15 metros, e a maioria dos surfistas tem a sorte de pegar 24 metros de gigantes em um dia extra selvagem.

Mas o que torna o evento ainda mais notável é o fato de o surfista Antonio Loreno, de 18 anos, ter remado naquele dia turbulento e surfado em um dos gigantes recordes.

Passeio vitalício

Era uma vez a vila de pescadores adormecida se tornou um ímã de surfistas, e Nazareth ganhou a reputação de atrair alguns dos surfistas de ondas grandes mais aterrorizantes do planeta nos séculos 20 e 21. Não surpreendentemente, o alvo bizarro foi o centro das atenções no documentário da HBO onda de 100 pésDescreve os esforços de Garrett McNamara para surfar as maiores ondas do mundo.

Antonio Loreno cresceu assistindo McNamara e ocasionalmente sonhava em pegar água asura como seu protótipo. Mas podemos dizer com certeza que ele foi além do seu objetivo. Durante seu passeio recorde, estima-se que ele foi cortado por uma onda de 101,4 pés (30,9 m), a maior onda já surfada. Loreno era um estudante de ensino médio de 18 anos na época.

Claro, garantir a altura da onda pode ser um desafio. Mas se conseguir o reconhecimento oficial, Loreno terá um dos discos mais cobiçados e cobiçados do mundo. Acima de tudo, as condições devem ser adequadas em lugares como Priya do Norde para oferecer oportunidades tão incríveis, e os surfistas devem ser muito talentosos e número um em seu jogo.

READ  Seja o astronauta do dia

Incorporar a partir de imagens Getty

Encontrando a onda certa

As contradições de Loreno são ajudadas pelo fato de ele viver internamente. Mas ele ficou surpreso ao ver e experimentar o que havia testemunhado naquele dia. Ninguém se lembra de ter visto um surf selvagem como naquele dia de outubro, junto com seu pai Ramon Loreno. De acordo com Surfista hoje, os Homens foram até as suas pranchas de surf para aproveitar ao máximo a oportunidade que a natureza lhes apresentou. Durante a última sessão de ondas do dia, Ramon perguntou a Antonio se ele gostaria de tentar mais uma vez, e seu filho concordou.

Ele lembrou: “Assim que comecei a descer a onda, ganhei um impulso que nunca havia tido antes. Esta é a maior fortuna. “Felizmente, eles documentaram a experiência em vídeo e depois a submeteram a uma avaliação científica independente. Pesquisadores da Faculdade de Dinâmica Humana da Universidade de Lisboa estudaram a onda muito de perto e acabaram calculando que Loreno andava em uma torre épica de água com mais de 30 metros de altura. É 20 pés mais alto do que o atual recorde de ondas grandes, Rodrigo Coxa.

Ninguém menos que Nazaré

Não há lugar melhor para pessoas corajosas como Loreno do que Nazaré. Porque tudo sobre a geografia oceânica da área cria ondas épicas. Ao largo da costa, 143 milhas (230 km) Canyon da Nazaré, 3,1 milhas (5 km) de profundidade. À medida que as ondas se movem pela região, as partes mais profundas do vale mantêm a mesma velocidade do mar aberto.

Mas o topo da onda vai devagar. Isso faz com que a onda se dobre ou mude de direção, e quando duas ondas colidem em direções opostas, ela se torna uma parede maciça de água.

READ  As preocupações foram altas para Tonga após o tsunami desencadeado por um vulcão subaquático

Em um estudo publicado em junho de 2020 Avanços científicos, Os investigadores revelaram que a intensidade das ondas na Nazaré aumentou 5 a 15 por cento nos últimos anos. A razão? Correntes fortes e vento. Se essa tendência continuar, Laureno terá a oportunidade de quebrar seu próprio recorde e obter as imagens mais impressionantes da natureza da NASA.


Por Engrid Barnett, Colaborador do Ripleys.com

Explorar esquisitices pessoalmente!

Descubra centenas de artefatos estranhos e incomuns e desfrute de uma incrível interatividade ao entrar no Ripley’s Auditorium!

Encontre um charme perto de você

Fonte: Ondas monstruosas atingem a costa portuguesa

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Jornal de Humaitá