Portugal e Espanha fornecem 30% do gás natural da Europa

O primeiro-ministro português e chefe do governo espanhol destacaram o apoio à Ucrânia e às questões energéticas, incluindo os laços energéticos.

António Costa foi ao Twitter para destacar a importância das ligações energéticas, onde Portugal e Espanha podem ajudar a satisfazer as necessidades de gás natural da Europa para outros países europeus.

Os dois líderes reuniram-se em Bruxelas na próxima segunda e terça-feira para discutir e coordenar a posição dos dois Estados ibéricos na Cimeira Extraordinária de Chefes de Estado e de Governo da UE.

“[energy] As relações são primordiais no contexto europeu, mas precisamos de um compromisso político e financeiro real da UE”, disse o primeiro-ministro espanhol Pedro Sanchez.

Segundo Lisboa, Portugal e Espanha juntos têm capacidade instalada para suprir 30% das necessidades energéticas da Europa com gás natural, mas não podem fornecer essa capacidade porque não há ligação que permita exportar esse gás natural para outras partes da Europa.

No final de março, em reunião formal do Conselho da Europa, 27 reconheceram a singularidade de Espanha e Portugal em termos de energia, o que permitiria a ambos os países implementar medidas temporárias e excecionais de redução dos preços da eletricidade para consumidores e empresas.

Os dois líderes também destacaram a importância da unidade entre os países europeus diante da ocupação russa da Ucrânia.

“O sotaque ibérico fortalece as relações bilaterais e nosso papel comum na redefinição estratégica da Europa”, disse Antonio Costa no Twitter.

READ  Sordo revela primeiro look WRC de 2022 em Portugal para a Hyundai

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Jornal de Humaitá