25.000 casas vendidas a estrangeiros

Entre 2019 e 2021, cerca de 25 mil casas em Portugal foram vendidas a compradores internacionais, num total de 7,3 mil milhões de euros.

Segundo dados dos Institutos Nacionais de Estatística (INE), o Algarve foi a zona mais procurada pelos estrangeiros, representando quase metade de todas as casas vendidas nesse período, bem como o valor total destas transações.

Nos últimos dois anos, o valor das vendas de casas ultrapassou os 72 mil milhões, 89,9 por cento (0,8 64,8 mil milhões) dos quais estão relacionados com transações de compradores contribuintes em Portugal. Os 10% restantes são divididos: € 3,8 bilhões de compradores na União Europeia (UE) e € 3,5 bilhões de compradores fora da UE.

O relatório constatou que os estrangeiros têm maior poder aquisitivo em comparação aos residentes. De acordo com o INE, as vendas de casas, que incluem compradores de fora do país, registaram um valor médio de transação “mais transparente”. Na categoria “Outros Países”, o valor médio foi de € 374.484, o dobro do valor médio de ¥ 149.644 para compradores com residência fiscal em Portugal.

Regiões

Na análise das regiões, o Algarve foi a região preferida dos compradores estrangeiros, com 40,3 por cento em número e 45,8 por cento em valor. A área metropolitana de Lisboa tem a segunda maior taxa de representação – 23,1 por cento do total de transações e 35,4 por cento do valor.

“A percentagem de compradores com residência fiscal fora da área nacional apresenta diferenças significativas no número e valor das vendas totais, sendo as mais pesadas (25,3 por cento e 37,8 por cento) no Alcarve e as mais baixas (2,4 por cento e 3,1 por cento) no norte”.

READ  Apesar da incerteza da guerra do Algarve em Portugal, o turismo deverá recuperar no verão de 2022

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Jornal de Humaitá