Marcelo pede “tolerância zero”

O Presidente da República assinalou o Dia Internacional Contra a Homossexualidade, Homofobia e Transfobia apelando a Portugal “com tolerância zero à discriminação”.

“Neste Dia Internacional Contra a Homossexualidade, Homofobia e Transfobia, o Presidente sublinha a importância de lutar por Portugal como uma comunidade com tolerância zero à discriminação sob qualquer pretexto.”

De acordo com Marcelo Rebelo de Sousa, “a discriminação contra muitos indivíduos LGBTI continua” no setor privado ou na esfera pública, na escola, no trabalho e na saúde.

“Numa altura em que estamos sujeitos a várias formas de ódio, é imperativo que nos unamos em políticas firmes de combate à discriminação para este fim. Uma sociedade inclusiva e não discriminatória”, disse.

O Presidente pede que este Dia Internacional ajude a comemorar a unificação dos povos e a comemorar “a convivência fraterna nas diferenças”.

O primeiro-ministro António Costa hasteou hoje a bandeira do arco-íris na sua residência oficial em São Pento e comprometeu-se a formular políticas públicas contra a discriminação.

READ  A equipe russa que invadiu o Solarwinds ainda está atacando as redes de computadores dos EUA

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Jornal de Humaitá